quinta-feira, agosto 6

Dormir


Dormir juntinho depois do banho
Encontrar nossas peles sob o cobertor

Puxo o pé, abraço a perna

Minha mão segura a dela

E sonho todos os sonhos bons


Colar minha barriga em você

Virando, puxando, falando manhoso
Menos quando estiver chatinha
Sempre um jeito de ficar largadinhas

Envolvidas em nosso sono gostooso


Mato a tua insônia

Longe, eu burlo sua falta

Perto, eu desconto tudo

Agarro, aperto, beijo e durmo

Escolhendo nossa posição exata

Nossa logística de dormir

Quanto revira e volta, dormir de novo

Inventando juntar conforto e capricho
Quem vê de longe não entende isso

Mania de não desgrudar, agarrar, dormir torto


Esse é meu braço ou o seu?

Cama de dormir, de preguiça e amar

Sai você, deita aqui em meu peito
Puxa a coberta, me dá travesseiro
Coçando os olhos, pega o celular


Eu sei quando estás com sono

Aninho teu corpo mais que perfeito

A ponta dos dedos nos lábios

Nosso segredo, eu juro que guardo

Eu gosto, tampouco acho defeito!


Nosso jeito de ser

Sua respiração e modos de sonhar

Viajando não se sabe onde

Mexe o corpo, sente que dorme

Mas estar aqui é realidade, minha amada


Ps: imagem escolhida pela graça, amor!
Queria aquela sabe? Dos gatinhos dormindo...
Mas adorei essa. Qualquer dia nos damos um nó!
s2! Amo - te.

Nenhum comentário: